Loading...

Criando uma boa descrição de produto

Criando uma boa descrição de produto

 

Ao invés de ler, que tal assistir? Aperte o play:

 

 

 

 

Provavelmente você já deve saber que uma boa descrição de produtos influência no aumento das suas vendas. Porém, é um erro julgar que a descrição serve apenas para dar dados técnicos, características, recursos e cuidados com o produto. 

 

Uma descrição de produto passa autoridade da loja para com seu cliente, e o ajuda a entender sobre a solução que você vende, e claro, uma descrição bem feita influência na estratégia de SEO de forma positiva!

 

Pensando na estratégia de SEO, a descrição dos seus produtos podem chegar até nos possíveis clientes com mais chances de comprar, até porque, os objetivos principais de uma boa descrição são atrair pessoas e transformá-las em clientes fiéis.

 

É por causa disso, que você deve sempre escrever suas estratégias de SEO e otimização para conversão de forma bem estruturada, atraente e persuasiva.

 

O QUE É A DESCRIÇÃO DO PRODUTO E QUAL SEU GRAU DE IMPORTÂNCIA NA LOJA VIRTUAL?

 

As descrições de um produto são a base de conteúdo para convencer, informar e educar os clientes interessados. Elas representam o seu negócio, e devem conter a solução para algumas perguntas:

 

  • O que é esse produto?
  • Que problemas ele resolve?
  • O que o torna diferente de outros produtos?
  • Do que é feito e de onde ele vem?
  • Como uso este produto?

 

 

A descrição deve conter as principais características do produto (físicas e funcionais), seus benefícios, informações e argumentos suficientes para que convence o cliente a clicar no botão de compra.

 

As descrições vão ter duas visões diferentes:

 

 

VISÃO DO CONSUMIDOR

 

Esse ponto de vista tem que ser o mais importante, porque você precisa acertar o que seu cliente pensa. 

 

Um texto caprichado, rico e original é sinal de profissionalismo, conhecimento e qualidade, e acaba gerando confiança.



Com a descrição você tem a oportunidade de mostrar comprometimento com a qualidade do seu negócio, e ela te posiciona com a certeza de que, o que você está vendendo vai melhorar a vida de quem compra.

Por isso, dedique tempo e capriche, você precisa gerar credibilidade e conquistar a sua audiência, pois a desconfiança é uma das principais barreiras de uma compra.

 

E como os seus clientes não sentem o produto fisicamente, a descrição tem a função de responder às dúvidas e despertar a imaginação das pessoas.

Você precisa oferecer as informações que os clientes precisam, realçando os benefícios e mostrando que ele deve comprar naquele momento para resolver o problema dele.

 

Sem as descrições, os consumidores podem ficar confusos sobre o produto e desistir da compra, afastando o tráfego do seu site e sobrecarregando os seus canais de atendimento ao cliente (e-mail, WhatsApp, chat online) com perguntas que já deveriam ter sido respondidas.

 



VISÃO DOS BUSCADORES

As descrições dos produtos, como mencionado, são uma tática de SEO. Além de informar e influência a compra, elas atingem palavras-chave de alta importância e causam mais tráfego para a loja.

Como os robôs dos buscadores não leem imagens, quanto mais rico for o seu texto, os motores de busca podem te mostrar nos resultados que atendem a necessidade de quem realiza uma pesquisa.

 

 

 

 

O QUE NÃO PODE FALTAR NA MINHA DESCRIÇÃO?

 

 

  • Do que o produto é feito

 

Descreva de que o produto é feito, ou no caso de um serviço, o que ele inclui.


Uma boa alternativa, é você entrar em contato com o seu fornecedor/fabricante e pedir a ficha técnica. O ideal é pegar essas informações e organizar de uma forma que só o seu negócio tem, evitando textos repetidos.


Não esqueça de avisar aonde o produto é feito e se utiliza materiais orgânicos ou sustentáveis. É uma maneira fácil de gerar confiança na qualidade de seus produtos.

 

 

 

 

  • Detalhes na medida do produto

 

 

As dimensões dos seus produtos são importantes e precisam estar bem claras, tanto na hora do seu frete, tanto para o consumidor ter noção se é um produto que ele vai conseguir ter em casa, por exemplo.

A dica de pedir a ficha técnica ao fabricante/fornece também é válida para as medidas, ou então montar uma ficha de recebimento e pedir para o seu estoquista, ou responsável, tirar as medidas importantes enquanto estiver conferindo a carga.

Se você vende roupas, “P, M, G” não é o suficiente. Você precisa incluir as medidas para cada parte do corpo.

Além de deixar o cliente mais seguro, você ainda reduz a chance de trocas. Sei que o custo com frete é uma pulga atrás da orelha.

 

 

 

 

  • Deixe eu texto com formato para alguém que não tem paciência ou tempo para ler

 

Facilite as coisas para o seu usuário, normalmente, ele(a) é alguém com muitas guias abertas no navegador ou no celular, então é necessário que você prenda a atenção dele usando algumas táticas:

 

  • Destaque as palavras-chave em negrito e faça o uso de inter-títulos que atraiam os olhos do leitor para partes que você queira que ele olhe;
  • Tópicos em bullet points (os tópicos) são uma ótima maneira de agrupar as especificações do produto de forma clara e legível;
  • Apresente cada informação em pequenos grupos, pontuados por numeração ou ícones. Isso pode ajudar a melhorar a permanência do usuário na página do produto;

 

 

Dando um exemplo do segmento de moda, a descrição desse meio deve conter as medidas das roupas, não só P, M, G, mas também as dimensões do produto em si, em formato de tabela, o tamanho que vai ficar no corpo da cliente, se é uma roupa fácil de cuidar ou se tem algum cuidado especial.

 

 

Outro exemplo do segmento eletrônico, a descrição deve conter todas as funções que aquele produto pode executar, os seus cuidados, botões, como o cliente vai usar no seu dia a dia, e claro, sempre com o ar de que ele PRECISA TER o seu produto em mãos o mais rápido possível.

 

 

 

SEO NA PRÁTICA DA SUA DESCRIÇÃO

 

Uma dica para você começar, é ir a um site de busca (Yahoo, Bling, Google…), e procurar por palavras-chave que fazem sentido para o seu nicho de venda, e o ideal é que elas tenham alta procura, pouca concorrência e preço acessível, sendo quase sempre sinônimas, ou que possam substituir as outras em uma pesquisa.

 

Com essas palavras em mãos, você consegue usá-las nas suas descrições, tendo em mente que elas devem sempre servir o seu cliente de maneira positiva, então não coloque palavras que possam inferiorizar o seu produto/serviço. Quando se faz uma descrição bem clara, o usuário lê a página sem se cansar ou desinteressar, e isso é fundamental para que ele efetue a compra.

 

Não crie frases gigantes no contexto das suas palavras-chave, pois desgasta e faz o seu leitor perder o entusiasmo. Também é importante não repetir as expressões escolhido, pois trava a fluidez do seu texto. Quando alguém comentar na página do seu produto ou até mesmo no atendimento, responda com dedicação e uma boa comunicação e traga mais informações que reviva o interesse.

 

NÃO copie a descrição de outro site só porque vocês estão vendendo os mesmos produtos ou produtos semelhantes, você acaba “dando um tiro no próprio pé”, pois dessa forma você acaba dando resultado ao seu concorrente.

 

Tenha em mente a lógica do marketing de vendas: transforme o seu produto em um desejo, em uma necessidade. O mundo digital é um jogo de palavras, e quem pensar em todas as soluções para um produto, que mostre para o seu cliente o que ele ganha com isso, é o grande ganhador.

 

 

Usando dessas artimanhas, o seu e-commerce estará pronto para receber todo e qualquer tipo de usuário, e preparado para todas as dúvidas que vierem a surgir!