Loading...

Dicas para criar um nome para a empresa

Dicas para criar um nome para a empresa

 

Decidiu abrir um negócio e agora é a hora de definir a marca? Nada funciona melhor do que ter um cartão de visitas, um nome de referência, onde vai ser usado em tudo que você fizer.

 

Ao mesmo tempo que o nome da sua empresa vai associar a marca ao produto, é o que mostra às pessoas o que você realmente faz.

 

Claro que, atualmente, existem inúmeras empresas possuem nomes que não deixam claro o que realmente fazem, como o Google.

 

Por isso que nessa etapa, você deve aliar-se com a Criatividade.

 

Nesse post juntamos as principais dicas para te ajudar a dar o nome perfeito a sua empresa.

 

Pronto? Vamos lá!

 

 

1. REÚNA A EQUIPE E AS PESQUISAS CERTAS

 

 

Realize o processo de Brainstorm (que não é só útil na publicidade não, viu).

 

Reunir uma equipe ou pessoas que você confia e pensar em ideias, alternativas e soluções é valioso para qualquer tipo de negócio!

 

Com isso, reuna uma quantidade razoável de pessoas, conte suas ideias, mostre suas pré-pesquisas, e deixe o brainstorm acontecer.

 

 

2. PENSE NO SEGMENTO DE ATUAÇÃO

 

 

O nome da sua marca precisa fazer sentido com o seu catálogo de produtos/serviço. 

 

Pense sempre em qual segmento do mercado você atuará, e logo em seguida, pense na missão da sua marca.

 

Leve em conta também as palavras ligadas ao seu negócio, escolhendo assim temas relacionados, e anotando em algum lugar para juntar tudo e criar um nome interessante e diferente do mercado.

 

 

3. CONHEÇA O SEU PÚBLICO-ALVO

 

 

Você conhecendo profundamente quem você quer atingir, e sabendo quem está presente no seu mercado-alvo, você consegue escolher um nome atraente que conecta todos os outros passos acima.

 

Caso ainda não saiba como conhecer o seu público-alvo, saiba mais aqui!

 

 

4. OBSERVE OS SEUS CONCORRENTES

 

 

Considerando o seu segmento, faça uma pesquisa das marcas concorrentes diretas e indiretas que já atuam no mercado.  Faça uma lista e combine nomes de lojas já existentes para ver a sonoridade. A probabilidade de aparecer uma marca criativa sem ser derivada de outra é significamente alta.

 

 

5. PREFIRA LETRAS DO COMEÇO DO ALFABETO

 

 

Escolhendo letras do começo do alfabeto, você não vai correr o risco de ficar no fim de um catálogo ou lista de estabelecimentos (por mais que os buscadores já funcionaram em ordem alfabética, hoje não mais).

 

As letras do final do alfabeto, como X e Y, possuem pronúncia um pouco difíceis, principalmente se o seu nome for em inglês.

 

Evitando colocando essas letras, a simplicidade acaba se tornando o melhor caminho na hora de pensar no nome da sua marca.

 

 

6.RECORRA A NOMES CURTOS

 

 

Idealmente, o nome do seu negócio deve ter entre 1 e 2 palavras, pois isso facilita a memorização dos usuários. Casas Bahia e Lojas Americanas são alguns exemplos de sucesso.

 

No entanto, as palavras não dizem bem o que se está vendendo. Portanto, para alcançar uma rápida competitividade no mercado, é bom fazer um pouco mais de esforço e trabalhar em uma marca que realmente define o seu propósito.

 

 

7. CUIDADO COM AS TENDÊNCIAS!

 

 

As tendências são super interessantes enquanto duram.

 

É extremamente perigoso imaginar um nome incrível para sua empresa com base em uma tendência.

 

Quando terminar, você pode estar atrelado a um rótulo que se refere a algo que não existe mais ou que não é mais bem-sucedido do que costumava ser.

 

Além disso, pode ter deixado um significado negativo no mercado e estar associado à sua empresa para sempre.

 

Meio perigoso, não é?

 

 

8. DICA BÔNUS!

 

 

Você escolheu um nome super interessante, que faz jus a todas as dicas que demos acima, e está em dúvida se o domínio desse nome está disponível ou não?

 

Não se preocupe! A primeira e mais simples forma de saber se esse nome é pesquisando no próprio Google, se não aparecer nada, é um bom sinal.

 

O próximo passo é entrar em sites de hospedagem de domínio, como o Registro.BR ou utilizar de uma ferramente como o Bust-a-name, e encontrar os domínio disponíveis. 

 

Não existe uma ciência exata sobre como criar um nome comercial. Então você tem que juntar as ideias e testá-las!